[1]
M. J. . SOUZA LIMA e F. ARAÚJO REIS, “Androginia: a desconstrução do gênero em Alejandra Pizarnik, uma análise da obra Diarios (2013)”, ABH, nº 21, jul. 2022.