Canudos – Tomochic: Escritas de Sublevação e Resistência na América Latina

  • Juan Ignacio Azpeitia Universidade do Estado da Bahia (UNEB)

Resumo

Este artigo apresenta uma revisão da produção literária e historiográfica que se refere a dois episódios marcantes do final do século XIX na América Latina. Dois massacres que foram perpetrados impunemente contra populações que somente desejavam viver na forma em que tinham vivido antes da chegada do invasor europeu e seu projeto modernizador. O arraial de Belo Monte ou “Canudos” como ficou conhecido na literatura, povoado do sertão brasileiro, foi exterminado até o último homem em nome do “progresso”. Em forma análoga Tomochic, aldeia ainda menor na Serra Tarahumara, no Norte do México sofreu idêntico destino. Procuro salientar os pontos de coincidências de modo a ressaltar a simultaneidade dos processos vividos em diferentes partes da América Latina e como sua identidade comum foi se constituindo.

Publicado
2020-03-18
Como Citar
Azpeitia, J. I. (2020). Canudos – Tomochic: Escritas de Sublevação e Resistência na América Latina. Revista Abehache, (16), 146-163. Recuperado de https://revistaabehache.com/ojs/index.php/abehache/article/view/300