O (no) lugar do componente fônico na formação de professores brasileiros de E/LE

Autores

  • Thaisa Alves Brandão Universidade do Estado da Bahia

Resumo

O componente fônico é um dos elementos que mais causam controvérsias teórico-metodológicas no ensino de línguas estrangeiras, sobretudo na formação de professores de E/LE em cursos de Letras-Espanhol. Nestes locus formativos, se faz comum uma desproporção em relação ao trabalho com as disciplinas que se dedicam a ensinar eminentemente língua com as que ensinam fala, assim como o trabalho diminuto, ou a eliminaço da disciplina fonética e fonología do seus Currículos. Neste traballho serão analisados os Projetos Político-Pedagógicos  de dez Instituições públicas brasileiras que oferecem os Cursos de graduação supra citados, com o intuito de verificar o lugar do compoente fônico na formação de professores de E/LE brasilerios.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

05-07-2021

Como Citar

Alves Brandão, T. (2021). O (no) lugar do componente fônico na formação de professores brasileiros de E/LE. Revista Abehache, (18), 182–202. Recuperado de https://revistaabehache.com/ojs/index.php/abehache/article/view/346